terça-feira, 11 de abril de 2017

A LISTA DA FAXINA

(Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
Faxineiras limpam o letreiro da sede da Odebrecht em SP
O ministro Edson Fachin (STF) quebrou o sigilo e revelou os nomes da segunda lista de Janot

Com 108 nomes, sendo nove ministros, três governadores, 29 senadores, 42 deputados, um ministro do Tribunal de Contas da União-TCU e 24 pessoas, o novo relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal-STF, o ministro Edson Fachin, quebrou o sigilo e revelou ao público quais foram os citados nos acordos de delação com 77 executivos e ex-diretores da Organização Odebrecht. Dentre os políticos, se destacam 18 nomes do PT, 16 do PMDB, 12 do PSDB, nove do PP, cinco do DEM, cinco do PSD, quatro do PSB, quatro do PR, três do PRB, dois do PCdoB, um do SD, um do PTC e um do PPS. Isso só na primeira chamada. Entre os citados estão Michel Temer, Lula, Dilma Rousseff, Aécio Neves, José Serra, Geraldo Alckmin, Rodrigo Maia e vários outros em exercício de mandato. Vale lembrar que esta é a segunda lista. Na primeira, de 2015, haviam 54 nomes e muitos que constavam naquela também aparecem nesta que são de outros delatores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário